jusbrasil.com.br
20 de Setembro de 2019

Twittaço pelo fim do trabalho infantil no Brasil acontecerá no dia 12/06

Vinícius Guimarães Mendes Pereira, Advogado
há 3 meses

Resultado de imagem para tuitao trabalho infantil

Com a aproximação do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, 12/06, a Justiça do Trabalho no Brasil, organizações nacionais e internacionais e diversos artistas, farão um grande twittaço com a hashtag #BrasilSemTrabalhoInfantil, com o objetivo de chamar a atenção para a importância de preservar as crianças e os adolescentes do país dos perigos de um trabalho precoce.

Todos podem aderir retwittando as publicações dos participantes e ajudando a colocar a hashtag nos trending topics.

O Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região também participará da ação, somando-se aos demais esforços locais relativos ao Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem.

O abuso do trabalho infantil no país: Apesar de a legislação brasileira permitir o trabalho somente a partir dos 16 ou, dentro do Programa do Adolescente Aprendiz, aos 14 anos, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) identifica que 2,4 milhões de crianças e adolescentes se encontram na situação de labor no país.

Os prejuízos

Jovens submetidos à exploração do trabalho estão propensas a acidentes, intoxicações, alergias, queimaduras, fraturas, abuso sexual e morte. Os prejuízos também acontecem no campo emocional, com desencadeamento de doenças como ansiedade e depressão, além de comprometer o rendimento escolar e aumentar a taxa de evasão.

O Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador ainda aponta que, quanto mais precoce é a entrada no mercado de trabalho, menor é a renda obtida ao longo da vida adulta. Um sistema que mantém os altos graus de desigualdade econômica no país.

Como ajudar

É possível denunciar situações de exploração do trabalho infantil, através do Disque 100. A central funciona 24h por dia, sem custos, preservando o anonimato do denunciante.

Além disso, empregadores e jovens também podem buscar aproximação com o Programa Jovem Aprendiz, que capacita adolescentes para o mercado de trabalho, respeitando o período escolar e o tempo de descanso/lazer dos participantes.

Fonte: Com informações do TRT6

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)